Desativar para: inglês

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Cirrose hepática: causas, sintomas e como previnir

A cirrose é uma doença difusa do fígado, que altera as funções das suas células e dos sistemas de canais biliares e sanguíneos. 

É o resultado de diversos processos, entre os quais, a morte de células do fígado e a produção de um tecido fibroso não funcionante. Isto prejudica toda a estrutura e o trabalho do fígado.







-->

Quais as causas?
Após períodos variáveis de tempo, indivíduos com inflamações crônicas do fígado estão sujeitos a desenvolverem cirrose. Não sendo possível prever quais as pessoas com doença de fígado que terão cirrose.

Suas principais causas são as hepatites crônicas pelos vírus B e C e o alcoolismo. Já as causas menos comuns são as hepatites por medicamentos, hepatite auto-imune, esteato hepatite não alcoólica (NASH), doenças genéticas: doença de Wilson (depósito de cobre no fígado), hemocromatose (depósito de ferro no fígado).

Sintomas:
A doença é de evolução lenta, podendo ficar anos sem manifestações clínicas (sintomas). Podem se manifestar sintomas inespecíficos como: fraqueza, cansaço, perda de peso, alterações no sono, dores abdominais não localizadas. Com a evolução da doença aparecem sintomas relacionados às funções prejudicadas do fígado (órgão com funções como: metabolização de hormônios, produção de proteínas, fatores de coagulação do sangue). 

Alterações relativas aos hormônios: perda de interesse sexual, impotência, esterilidade, parada das menstruações, aumento das mamas no homem (ginecomastia), perda de pêlos. 

Alterações relativas á circulação no fígado: aumento do baço, varizes de esôfago e estômago com risco de hemorragias (vômito ou fezes com sangue).

Alterações devido não metabolização da bilirrubina: amarelão (icterícia = excesso de bilirrubina no sangue).

Outras alterações: ascite (barriga d’água), desnutrição, facilidade de sangramento (gengiva, nariz). Pode ocorrer também encefalopatia hepática devido á não eliminação pelo fígado de metabólitos tóxicos. Ela pode ir de agitação ou sonolência ao coma.

Como previnir?
Por isso é importante apostar na prevenção da doença, que é a melhor forma de garantir saúde e evitar complicações. Fazer uso de bebidas alcoólicas com moderação, se vacinar contra hepatite B, se proteger em toda relação sexual e ficar atento quanto a utilização de medicamentos, são conselhos que merecem ser seguidos.

Tratamento
Cirrose é um processo patológico irreversível que pode ser fatal. Portanto, é importante fazer o diagnóstico precoce para iniciar o mais depressa possível o tratamento que pode adiar ou evitar que surjam complicações mais graves.A primeira coisa a fazer diante do diagnóstico de cirrose é eliminar o agente agressor, no caso de álcool e drogas, ou combater o vírus da hepatite.Para casos mais graves, o transplante de fígado pode ser a única solução para a cura definitiva da doença.



           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...