Desativar para: inglês

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

O que é sinusite? Causas, sintomas, diagnóstico e tratamento

Sinusite é uma doença com base inflamatória e/ou infecciosa que acomete as cavidades existentes ao redor do nariz. Estas deveriam comunicar-se com as fossas nasais sem impedimentos! São cavidades revestidas por uma mucosa que necessita ventilação para a manutenção da normalidade na região.

Na sinusite aguda os sintomas mais freqüentes são: a dor localizada na fronte, nos olhos ou na face, com piora ao abaixar a cabeça, secreção nasal amarelada ou esverdeada, congestão nasal, com ou sem febre, dores no corpo, falta de apetite, mal-estar, tosse seca, às vezes com secreção, sensação de secreção descendo do nariz em direção à garganta e irritação desta.

A sinusite crônica é caracterizada pela: permanência dos sintomas da sinusite por pelo menos 12 semanas consecutivas.

Os sintomas são mais leves e pode se confundir com outras doenças nasais. Os sintomas mais freqüentes são a secreção nasal purulenta, sensação de secreção descendo do nariz para a garganta, dor de garganta, tosse crônica com ou sem rouquidão, congestão nasal, mau hálito e dificuldade para sentir odores.



A figura apresenta a região do nariz em uma visualização interna de seus componentes. Observe a proximidade destas cavidades para-nasais (ao redor do nariz) com as estruturas das órbitas (olhos), dentes e do cérebro. Sinusites podem levar a complicações sérias nestas regiões vizinhas! Mais raramente, a secreção pode sair do seio da face.





 Publicidade
Como se adquire?
Após infecção viral, inflamação de origem alérgica ou por poluentes, a mucosa da região nasal aumenta de volume e obstrui a comunicação destas cavidades com as fossas nasais. Esta obstrução acarreta o início da colonização por germes e fungos que estão presentes na região, mas não encontravam condições favoráveis ao seu crescimento.

O que se sente?
A doença pode gerar sensação de "peso na face", corrimento nasal, dores de cabeça, sensação de mau cheiro oriunda do nariz ou da boca e obstrução nasal com eventuais espirros.

Como o médico faz o diagnóstico?
O diagnóstico é feito através da história que o paciente relata, exame físico da região e de exames radiológicos eventualmente necessários.

Como se trata?
O tratamento é feito com analgésicos, medicamentos para melhorar a permeabilidade nasal e antibióticos específicos aos germes que forem encontrados na região. Trata-se com medicamentos antifúngicos as infecções fúngicas sinusais.


Antibióticos: os antibióticos são necessários para sinusite se você tiver uma infecção bacteriana. No entanto, a sinusite crônica é muitas vezes causada por algo diferente de bactérias, por isso, os antibióticos nem sempre ajudam. Na dúvida, converse com o médico. 

Corticoides nasais: sprays nasais ajudam a prevenir e tratar a inflamação. Exemplos incluem fluticasona, budesonida, triamcinolona, mometasona e beclometasona. Você pode precisar usar esses medicamentos durante vários dias ou semanas antes que eles atinjam o seu máximo benefício. Ao contrário de corticosteroides orais, esses medicamentos têm um risco relativamente baixo de efeitos colaterais e são geralmente seguros para uso contínuo, uma vez que agem diretamente nos sinos nasais, em vez de passarem primeiro pela corrente sanguínea. 

Corticosteroides orais ou injetávei: estes medicamentos são utilizados para aliviar a inflamação de sinusite grave, especialmente se você também tem pólipos nasais. Exemplos incluem a prednisona e a metilprednisolona. Corticosteroides orais podem causar sérios efeitos colaterais quando usados durantes longos períodos, por isso eles são indicados apenas para tratar sintomas graves. 

Descongestionantes: estes medicamentos estão disponíveis nas farmácias em forma de comprimidos, líquidos ou sprays nasais. Esses medicamentos são geralmente ministrados por alguns dias no máximo, caso contrário podem causar efeito rebote, levando ao aparecimento de um congestionamento mais grave.


Cirurgia: nos casos em que a sinusite resiste ao tratamento, a cirurgia endoscópica pode ser uma opção. Para esse procedimento, o médico utiliza um endoscópio (tubo fino e flexível com uma luz ligada na ponta) para explorar suas passagens nasais. Então, dependendo da fonte de obstrução, o médico pode utilizar vários instrumentos para remover o tecido ou raspar um pólipo que está causando a obstrução nasal. Ampliar a abertura do seio estreito também pode ser uma opção. 

Como se previne?
O cuidado com a saúde para se evitar as infecções virais e a manutenção da permeabilidade nasal durante essas viroses; o correto tratamento dos problemas alérgicos; a correção cirúrgica de eventuais desvios septais obstrutivos e/ou cornetos nasais obstrutivos podem prevenir as sinusites.

Quem vive em regiões frias ou com grandes variações climáticas ao longo dos dias ou meses, deve tomar cuidados mais intensos pela propensão maior da doença.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico:
A minha sinusite tem cura?
Se ela retorna freqüentemente não seria necessário combater os fatores predisponentes?
Quais as repercussões a médio e longo prazo de uma sinusite mal tratada?
O que está causando os meus sintomas ou condição?
Além dessas, quais são as outras causas possíveis para os meus sintomas?
Que tipos de testes que eu preciso fazer?
Como devo agir de agora em diante?
Tenho outras condições ou doenças, como posso tratar todas juntas?
Existem restrições que eu preciso seguir?
Devo consultar outro especialista?
Existe uma alternativa genérica para o medicamento que você está prescrevendo?
  abcdasaude

Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...