Desativar para: inglês

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Como aumentar o metabolismo e queimar gordura naturalmente

"Não consigo emagrecer, porque meu metabolismo é lento". Essa é a desculpa mais comum entre pessoas com dificuldade para perder peso, mas esta alegação não tem respaldo científico. 

O metabolismo, sim, em parte é determinado pela genética, mas, ele não é garimbo definitivo de que uma pessoa com herança genética desfavorável está condenado a ter um metabolismo lento para sempre. 

O metabolismo se refere à quantidade de calorias que o organismo gasta para desempenhar suas funções como respirar, bombear sangue e praticar atividade física. Acelerá-lo significa fazer com que o organismo use mais energia para realizar o mesmo trabalho. A boa notícia é que ele pode sim ser acelerado com algumas dicas simples:
 
Tomar água
Ao entrar no organismo, a água precisa ser ajustada para a temperatura do corpo e o corpo gasta energia para fazer esse ajuste. Além disso, beber água antes das refeições faz com que comemos menos.  
Consumir pimenta
A capsaicina, uma substância responsável pelo ardor de alimentos apimentados, como a pimenta, é capaz de acelerar o metabolismo em até 20%. Ela estimula a liberação de adrenalina e, consequentemente, aumenta os batimentos cardíacos, atividade que demanda energia.


Publicidade
Comer mais proteína
Alimentos ricos em proteína, como carnes, leite e ovo, são mais difíceis de serem diferidos do que carboidratos e gorduras. Por esse motivo, a digestão de proteína consome mais energia, calorias e aumenta o metabolismo.

Fazer treino intervalado
Método de trenamento que consiste em alternar o exercício entre intensidade muito altas (até 90% da frequência cardíaca máxima) e baixas a médias (não ultrapassando 70% da frequência máxima), por, no máximo, 30 minutos. Esse treino faz com que o corpo continue queimando calorias ao longo do dia.

Tomar café da manhã
Essa refeição influencia a velocidade do metabolismo ao longo do dia. Depois do jejum longo após o sono, o corpo precisa de combustível para funcionar, por isso, essa refeição é essencial. 

Controlar o estresse
O estresse faz com que o corpo secrete altos níveis de cortisol, hormônio que favorece o acúmulo de gordura abdominal e aumenta a fome.
 
 
Dormir bem
Uma noite mal dormida atrapalha a produção de diversos hormônios, inclusive a produção do cortisol.  

 Fazer musculação
Quanto mais músculos temos, mais acelerado estará nosso metabolismo, pois mais calorias serão gastas para mantê-los vivos.

Comer de 3 em 3 horas
Esse hábito estimula a termogênese alimentar, ou seja, quanto o corpo gasta para digerir, metabolizar ou armazenar os nutrientes. Além de ajudar a não sentir muita fome nas refeições principais.
Fonte: Revista Veja.





Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...