Desativar para: inglês

sábado, 15 de setembro de 2012

"Quem pecou para que ele nascesse cego?

E passando Jesus, viu um homem cego de nascença.    E os seus discípulos lhe perguntaram: -Mestre, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Jesus respondeu: -Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus. Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. Tendo dito isto, cuspiu na terra, e com a saliva fez lodo, e untou com o lodo os olhos do cego. E disse-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que significa o Enviado). Foi, pois, e lavou-se, e voltou vendo.        ____            João 9,01-41


-->

Havia importante ideias teologicas presente na espiritualidade judaica da época, que falava a respeito ao fato de algumas enfermidades terem suas origens em pecados cometidos e não tratados, ou seja, de ordem espirituais.

  
Jesus ao romper com a teologia corrente a afirmar que a doença não é fruto de pecado, nem castigo de Deus, Jesus acaba também com a lógica excludente de atribuir a culpa da enfermidade a Deus e por decorrência ao pecado, o que gerava e, ao mesmo tempo, legitimava a exclusão social e religiosa de que se achasse doente. 

Por isso, ao invés de se afastar do cego, como seria normal, Jesus se aproxima, cospe no chão, se abaixa e faz lama com a própria saliva e o pó do chão. Em seguida, a aplica sobre os olhos do cego e pede que ele vá se lavar no tanque de Siloé, cujo significado é "enviado". A narrativa do sinal é encerrada com a constatação:

Depois do sinal realizado, Jesus sai de cena por um tempo e começa a discussão ao redor do fato de um homem que era cego e pedia esmola passar a enxergar. De um lado, aparece a incredulidade de vizinhos e familiares de que a mudança havia acontecido (de cego, o homem passou a vidente). De outro, a violação do descanso sabático que os judeus vão trazer para o centro da discussão e pedir explicações ao cego e a seus pais. 

Então os vizinhos, e  os que costumavam vêl-lo pedindo esmola, diziam: -Não é este aquele que estava assentado e mendigava?   
Uns diziam:-É este. E outros: Parece-se com ele. 
Ele dizia: -Sou eu.   
Diziam-lhe, pois: -Como se te abriram os olhos?   
Ele respondeu, e disse: -O homem, chamado Jesus, fez lodo, e untou-me os olhos, e disse-me:-Vai ao tanque de Siloé, e lava-te. Então fui, e lavei-me, e vi.   
Disseram-lhe, pois: -Onde está ele?
 Respondeu: -Não sei.   

Então levaram aos fariseus o homem que havia sido cego. E era sábado quando Jesus fez o lodo e lhe abriu os olhos.  Tornaram, pois, também os fariseus a perguntar-lhe: -Como você foi curado?
 Ele lhes disse: -Pôs-me lodo sobre os olhos, lavei-me, e vejo.   
Então alguns dos fariseus diziam: -Este homem não é de Deus, pois não guarda o sábado. 
Diziam outros: -Como pode um homem pecador fazer tais sinais? 
E havia dissensão entre eles. Tornaram, pois, a dizer ao cego: -Tu, que dizes daquele que te abriu os olhos?
E ele respondeu: -Que é profeta.   

Os judeus, porém, não creram que ele tivesse sido cego, e que agora visse, enquanto não chamaram os pais do que agora via.  
 E perguntaram-lhes, dizendo: 
-É este o vosso filho, que vós dizeis ter nascido cego? Como, pois, vê agora?
Seus pais lhes responderam, e disseram:
-Sabemos que este é o nosso filho, e que nasceu cego; Mas como agora vê, não sabemos; ou quem lhe tenha aberto os olhos, não sabemos. Tem idade, perguntai-lho a ele mesmo; e ele falará por si mesmo.
Seus pais disseram isto, porque temiam os judeus. Porquanto já os judeus tinham resolvido que, se alguém confessasse ser ele o Cristo, fosse expulso da sinagoga.

Apesar de verem o bem na vida do cego, que passou a ver, condenam a ação de Jesus, pois ele tinha violado a lei do sábado.  A reação dos pais do cego diante das autoridades dos judeus, ou seja, diante daqueles que sustentam a velha lógica de que doença está sempre vinculada ao pecado, é de medo. Por isso, dizem somente saber que aquele homem é seu filho, nasceu cego e agora vê. Como aconteceu isso, não sabem. A solução é que os chefes perguntem ao próprio homem que era cego e agora vê, pois ele já é maior, ou seja, já é responsável pelos próprios atos e opiniões.

A finalidade catequética do evangelista está em evidenciar a missão de Jesus como luz do mundo. Por isso joga muito com as palavras "ver" e "crer". Não somente neste capítulo e neste episódio de alguém que não vê e não crê e depois passa a ver e crer, pois a catequese finaliza com um novo encontro de Jesus com o cego:
 
O texto termina com Jesus voltando para a cena e dialogando novamente com o cego. O novo aqui é que da cegueira física passa à cegueira espiritual, sobretudo daqueles que não querem ver. Com diz o ditado popular: "

Jesus soube que tinham expulsado o homem da casa de oração e encontrando-o, disse-lhe: -Crês tu no Filho de Deus?   
Ele respondeu, e disse: -Quem é ele, Senhor, para que nele creia?   
E Jesus lhe disse: -Tu já o tens visto, e é aquele que fala contigo.
Ele disse: -Creio, Senhor. E o adorou.   
E disse-lhe Jesus: -Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não vêem vejam, e os que vêem sejam cegos.   
E aqueles dos fariseus, que estavam com ele, ouvindo isto, disseram-lhe: -Também nós somos cegos?   
Disse-lhes Jesus: -Se vosês fosem cegos, não seriam culpados, mas como dizem que podem ver, então ainda são culpado.

Cristo interrompe a tradição de vincular doença e pecado e oferece aos discípulos, aos fariseus, aos judeus, aos familiares do cego e ao próprio cego uma catequese sobre sua missão, Jesus apresenta-se como "luz do mundo" e luz que se manifesta pelas obras que realiza.

" Ora, se a fé é a certeza de coisas que esperam, e a convicção de fatos que se não vêem. O SenhorJesus com certeza viu que não havia fé o suficiente naquele homem para a realização daquele milagre, mas o nosso Deus é o Deus do impossivel e quando quer operar não ha quem ou o que possa impedir.  Que nós a cada dia venhamos nos apegar a palavra de Deus. pois a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus. 

Então aqui vai um vídeo para vocês: E passando Jesus, viu um homem cego de nascença.




           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...